VÁRZEA ALEGRE TERRA DOS CONTRASTES - Mundim do Vale
Localizada no centro sul do estado do Ceará ficou conhecida no Brasil inteiro depois do musical Contrastes de Várzea Alegre, interpretado por Luiz Gonzaga e composto por Zé Clementino. Cidade que foi tema de um documentário da Rede Globo de Televisão, por ser uma cidade alegre, fazendo assim jus ao seu nome. Cidade que por brincadeira de um grupo de agricultores do sítio Roçado de Dentro, deu partida no samba, para ser hoje, com duas escolas, MIS e ESURD, detentora do melhor carnaval do interior cearense, atraindo turista do estado e do país. Cidade de um povo que transformas as adversidades em causos humorísticos. Cidade que Jesus foi intimado, que o padre era casado, que o sobrado é no oitão, que Telha Quebrada é filho de Zé Goteira e um cego da Boa Vista morreu afogado na Lagoa Seca. Cidade que aparece nos sonhos dos seus filhos que estão ausentes, mas não esquecem jamais. Várzea Alegre dos grandes adjuntos da colheita do arroz, animados pelo grupo de Maneiro Pau e a Banda Cabaçal. Várzea Alegre que quando os filhos que estão distantes se encontram dizem:
- Ou Várzea Alegre boa só é longe! Várzea Alegre que Manoel Cachacinha criou o slogan “Várzea Alegre é natureza! E para finalizar, Várzea alegre é a cidade que só nos deixa tristes quando estamos distantes.

domingo, 20 de dezembro de 2015

Real Caririense - Memória varzealegrense

Ônibus da Expresso Real Caririense que fazia a linha Crato São Paulo. 

Motorista Antônio Alves (Tontonho). Década de 1970.
Foto enviada por Homero Fiuza



Tenho muitas lembranças dessa época, apesar de ser o período da minha primeira infância. Aprendemos a estimar e respeitar a família caririense, na pessoa do Sr. Zezito através do meu pai.

Papai desempenhou seu ofício com muito amor, dedicação e responsabilidade. Para nós, ficou esse exemplo, as lembranças e recordações, além da grande saudade.

Agradeço ao Memória Varzealegrense por resgatar esta memória.
Um grande abraço em meu nome e dos meus irmãos:
Mirella, Jefferson e Homero.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário