VÁRZEA ALEGRE TERRA DOS CONTRASTES - Mundim do Vale
Localizada no centro sul do estado do Ceará ficou conhecida no Brasil inteiro depois do musical Contrastes de Várzea Alegre, interpretado por Luiz Gonzaga e composto por Zé Clementino. Cidade que foi tema de um documentário da Rede Globo de Televisão, por ser uma cidade alegre, fazendo assim jus ao seu nome. Cidade que por brincadeira de um grupo de agricultores do sítio Roçado de Dentro, deu partida no samba, para ser hoje, com duas escolas, MIS e ESURD, detentora do melhor carnaval do interior cearense, atraindo turista do estado e do país. Cidade de um povo que transformas as adversidades em causos humorísticos. Cidade que Jesus foi intimado, que o padre era casado, que o sobrado é no oitão, que Telha Quebrada é filho de Zé Goteira e um cego da Boa Vista morreu afogado na Lagoa Seca. Cidade que aparece nos sonhos dos seus filhos que estão ausentes, mas não esquecem jamais. Várzea Alegre dos grandes adjuntos da colheita do arroz, animados pelo grupo de Maneiro Pau e a Banda Cabaçal. Várzea Alegre que quando os filhos que estão distantes se encontram dizem:
- Ou Várzea Alegre boa só é longe! Várzea Alegre que Manoel Cachacinha criou o slogan “Várzea Alegre é natureza! E para finalizar, Várzea alegre é a cidade que só nos deixa tristes quando estamos distantes.

domingo, 4 de novembro de 2012

JOSÉ RAIMUNDO DUARTE - ZÉ RAIMUNDO DO SANHAROL


O Sitio Sanharol era o cantinho de José Raimundo Duarte, o conhecido José Raimundo do Sanharol. Filho de papai Raimundo, homem honrado, ético, conduta ilibada, portanto conselheiro. Diziam, os do seu tempo, que nenhuma decisão era tomada sem que antes o ouvissem. Estarei fazendo algumas postagens suas e de seus filhos do primeiro e do segundo casamento, para mostrar para os varzealegrenses as nossas origens e provar que é nosso dever preservar a historia do Sanharol através do "Memoria" porque como originados do lugar devemos resgatar nossa própria historia genealogica. Falo dos idos do século XVIII. Jose Raimundo Duarte se casou duas vezes e de seu primeiro casamento com Maria Anacleta de Menezes nasceram:

01 – Jose Raimundo Duarte - Cazuza
02 – Manuel Leandro Bezerra
03 – Antonio Bezerra de Menezes
04 – João Alves de Menezes
05 – Viturino Alves de Menezes
06 – Vicente Alves Bezerra
07 – Tereza Anacleta de Menezes
08 – Maria Anacleta de Menezes
09 – Bárbara Alves de Menezes
10 – Isabel Alves de Menezes
11 – Vicência Alves de Menezes
12 – Joaquim Alves de Menezes
13 – Raimundo Alves de Menezes
14 – Maria Alves de Menezes
15 – Ana Alves de Menezes
16 – Pedro Alves de Menezes

De seu segundo matrimônio com Antônia de Morais Rêgo nasceram:

01 – Gabriel de Morais Rêgo
02 – Pedro Alves de Morais
03 – Ana Alves de Morais
04 – Antônia de Morais Rego
05 – Leonarda Bezerra do Vale
06 – Bárbara de Morais Rego
07 – Mariana de Morais Rego
08 – Raimunda de Morais Rego
09 – Isabel de Morais Rego.

São 25 filhos ao todo. Isso no inicio do século XIX, como a maioria se casou e deixou grande descendência a pergunta que se faz é – Quantos somos? Quantos descendentes de Jose Raimundo Duarte existem hoje em dia? Você sabe que é um descendente do Jose Raimundo Duarte? Pertence a qual geração? É sobre estes detalhes que estarei escrevendo de agora em diante. Você que nasceu em Várzea-Alegre fique atento, você pode ser um do Sanharol e não sabe. Falarei um pouco do que conheço de cada um desses filhos do Jose Raimundo Duarte.

A. Morais

4 comentários:

  1. Sou tataraneto de Vicência Alves de Menezes (Vicencinha do Rosário) filha de José Raimundo Duarte.

    Jose Mauricio Bezerra

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vicente renato de oliveira4 de novembro de 2012 14:52

      sou tataraneto jose raimundo duarte de menezes cazuza do sapo

      Excluir
  2. José Raimundo Duarte nasceu em 31.12.1800, era filho de Raimundo Duarte Bezerra (Papai Raimundo) e Teresa Maria de Jesus.

    ResponderExcluir
  3. Topei com o nascimento das últimas quatro filhas do velho Zé Raimundo do Sanharol e sua segunda consorte, d. Antônia de Morais Rego:
    a) Bárbara, nascida a 09.09.1864, batizada a 18.09.1864, cujos padrinhos foram Vitorino Alves Bezerra e Maria Benedita Sobreira;
    b) Raimunda, nascida a 24.08.1866, batizada a 08.09.1866, cujos padrinhos foram João Alves Bezerra e Clara Alves Bezerra;
    c) Mariana, nascida a 16.03.1868, batizada a 22.03.1868, cujos padrinhos foram Vicente Alves Bezerra e Antônia Alexandrina de Menezes; e finalmente
    d) Isabel, nascida a 01.06.1871, batizada a 04.06.1871, cujos padrinhos foram o afamado vigário Benedito de Sousa Rego e Ana Alves de Morais.

    ResponderExcluir