VÁRZEA ALEGRE TERRA DOS CONTRASTES - Mundim do Vale
Localizada no centro sul do estado do Ceará ficou conhecida no Brasil inteiro depois do musical Contrastes de Várzea Alegre, interpretado por Luiz Gonzaga e composto por Zé Clementino. Cidade que foi tema de um documentário da Rede Globo de Televisão, por ser uma cidade alegre, fazendo assim jus ao seu nome. Cidade que por brincadeira de um grupo de agricultores do sítio Roçado de Dentro, deu partida no samba, para ser hoje, com duas escolas, MIS e ESURD, detentora do melhor carnaval do interior cearense, atraindo turista do estado e do país. Cidade de um povo que transformas as adversidades em causos humorísticos. Cidade que Jesus foi intimado, que o padre era casado, que o sobrado é no oitão, que Telha Quebrada é filho de Zé Goteira e um cego da Boa Vista morreu afogado na Lagoa Seca. Cidade que aparece nos sonhos dos seus filhos que estão ausentes, mas não esquecem jamais. Várzea Alegre dos grandes adjuntos da colheita do arroz, animados pelo grupo de Maneiro Pau e a Banda Cabaçal. Várzea Alegre que quando os filhos que estão distantes se encontram dizem:
- Ou Várzea Alegre boa só é longe! Várzea Alegre que Manoel Cachacinha criou o slogan “Várzea Alegre é natureza! E para finalizar, Várzea alegre é a cidade que só nos deixa tristes quando estamos distantes.

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

009 - Dalmir Freitas - Histórias de Varzealegrense

O Geep de Dr. Lemos


Em Várzea Alegre tinha o JEEP de Dr. Lemos. Você já pensou na pessoa ter um brinquedo de verdade, ser útil, passar o dia brincando, fazendo tarefas de gente grande,sempre acompanhado de um ou mais amigos, estou falando do motorista mirim Ney de Dr. Lemos.

Ney saia de casa seja lá pra onde fosse naquele JEEP, quando via um menino ia logo parando, nem pedia, e a gente já ia subindo, não queria nem saber pra onde ele ia, ate pequenos recados era de JEEP, da bodega ao Marí.

Vamos imaginar nos dias de hoje, você vem numa estrada e encontra um JEEP carregado de menino, o motorista menino, tudo de calção,sem camisa, descalço e de cabeça pelada e você não tem um telefone celular pra filmar, endoida ou não endoida?

O JEEP quando estava parado em frente a casa do Dr. a gente passava horas e horas deitado de baixo, dois, tres meninos inclusive o Ney ajeitando não sei lá o que, pois hoje adulto não entendo nada imaginem naquela época, eu sei que só não me lembro de Ney puxando o motor da rua, o resto.

Um dia joão Barro também num JEEP atropelou o filho de Pereira em frente seu café ali vizinho a Negro de Aninha, e Várzea Alegre ficou abalada com este acontecimento. 

Depois deste acidente eu me lembro, toda vida que a gente vinha no Jeep, quando chegava em frente a Pereira, Ney parava, olhava e seguia, pra nós o café de Pereira foi esempre será o primeiro SINAL DE TRANSITO de Várzea Alegre.

Ney e todos meus amigos que participaram dessas aventuras que eu tenho saudades, felicidades pra todos.
PI BIT, PI BIT, PI BIT...

Dalmir

2 comentários:

  1. Por conta daquele acidente, Tontõe de Zé Oereira ficou sendo chamado de Barroada.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir